Letreiro escrito Mendoza em 4 cores
Mendoza: Enoturismo que também é para a família!

Há quem pense que não há o muito o que fazer em Mendoza com crianças, afinal, é um destino de enoturismo, sofisticado e com poucas opções de atividades para famílias. Felizmente, isso é mito – basta conferir este post até o final!

Estive na cidade com meu esposo e minha filha de 6 anos, e foi uma experiência muito agradável para todos nós. Não apenas conseguimos conhecer diversas vinícolas e realizar várias degustações, mas também nossa filha Alice se divertiu, foi bem recebida nos vários estabelecimentos que visitamos, e passamos um tempo muito gostoso juntos!

Como chegar em Mendoza?

Existem voos diretos de São Paulo (GRU) x Mendoza (MDZ) em companhias aéreas brasileiras e argentinas, e também há voos a partir de Buenos Aires e Bariloche. São Paulo e Buenos Aires são opções possíveis para apenas 1 conexão a partir de várias outras cidades do Brasil.

Em nosso caso, como estamos na Argentina, nós saímos de carro da cidade de Neuquén, onde moramos, para Mendoza, mas tivemos que gerenciar a direção para não ter problemas.

Não recomendo o aluguel de carro se todos de seu grupo vão beber. Se optar por essa forma de deslocamento o ideal é que o motorista não beba nada, pois a tolerância é zero, assim como no Brasil.

Em caso de acidente de trânsito, é feito bafômetro em todos os envolvidos. E sim, a cidade possui um operativo policial que realiza blitz.

Por isso, o que mais recomendo é se faça o deslocamento entre bodegas com transfers privativos, oferecidos por diversas agências locais ou pelo Cabify, que funciona muito bem na cidade.

Inclusive existe um serviço específico para quem visita a bodegas, que é bem interessante – neste link tem mais informações – está em espanhol, mas é compreensível.

Um de meus clientes de roteiros personalizados da Argentina usou o serviço e gostou bastante, já que sou travel designer especialista do país e tenho certeza que posso te ajudar com um roteiro sob medida para você e sua família também.

Quando ir?

Há muito o que fazer em Mendoza com crianças o ano todo, com experiências que podem ser aproveitadas de formas diferentes, em várias estações.

As famílias que desejarem também podem combinar Mendoza com os destinos da Argentina que mencionei anteriormente na mesma viagem – é uma sugestão viável com certeza!

Paisagem gostosa do lago e dos Andes ao fundo da Bodega Domaine Busquet

Por exemplo: se você decidir ir em fevereiro e março é final do verão e o período da vindima. Existem muitas experiências relacionadas a colheita da uva e uma grande festa é realizada na cidade. Bacana de ser combinado com Buenos Aires, que também é a capital com opções para aproveitar muitas épocas do ano.

Já se sua opção for curtir o destino no frio, você ainda poderá aproveitar as degustações e visitas às vinícolas, mas também curtir para ver neve e até fazer atividades de esqui, o que dá pra combinar muito bem com Bariloche e seus diversos atrativos de inverno!

Onde se hospedar?

Antes de indicar, tem uma informação importante: Existe uma divisão de 3 regiões principais em Mendoza e arredores, e as vinícolas (ou bodegas, usando a nomeclatura argentina) estão localizadas em diversos espaços destas áreas.

As duas regiões mais próximas do centro são Maipú (também mais próxima do aeroporto) e Luján de Cuyo, algo em torno de 20km dele. Já o Valle de Uco está a cerca de 100km e lá estão algumas das melhores opções de bodegas também.

Por isso, existe a opção – ou não – de dividir sua viagem em ao menos duas hospedagens, aproveitando melhor a localidade e suas experiências!

A troca de hotel para quem vai ao Valle de Uco pode ser uma boa opção se você desejar conhecer mais bodegas do que em um único dia na região. Por isso, avalie bem seu caso, até porque alguns dos hotéis do Valle de Uco não aceitam crianças.

Porém, claro que existem opções, e nós mesmos quisemos fazer assim, e não fazer um bate volta fica menos cansativo. Nós ficamos no Auberge du Vin e a Alice foi super bem recebida por eles. Inclusive no jantar tem opção de menu kids.

O que fazer em Mendoza com crianças

Aqui está uma lista de sugestões de O que fazer em Mendoza com crianças com base em nossa experiência, o que inclui tanto vinícolas que selecionamos (são mais de 100 vinícolas que recebem visitantes na região), assim como alguns lugares e experiências que realizamos. Elas estão:

Praças do Centro: Há 5 plazas na área central que são gostosas de passear, e com opções de parquinhos públicos que as crianças amam. Não são distantes uma das outras e aqui tem uma mapa com todas as plazas e seus respectivos parquinhos para você usar em sua viagem. Nós visitamos a Plaza Independência que tem um parquinho enorme e a Plaza Itália logo na chegada.

A moderna arquitetura da premiada Bodega Zuccardi

Bodega Zuccardi: Essa é uma opção de visita com degustação muito procurada no Vale de Uco, já que a a Zuccardi foi eleita 3 vezes a melhor bodega do mundo pela World Best Wineyards e seus tonéis são de concreto. É sofisticada e diferente, mas isso não impediu de nossa experiência em família ser boa também. Há opção de almoço que incluem as tradicionais paletas argentinas.

Bodega Cruzat: Alice foi super bem recebida e tivemos uma experiência linda na Cruzat, que é uma bodega de espumantes em Luján de Cuyo.

Lá fizemos uma visita guiada e depois uma degustação com um experiência exclusiva para nossa menina, que fez um lanchinho e pode personalizar o rótulo das garrafas que compramos para levar para casa (tinha lápis de cores e vários materiais para ela usar).

Bodega Renacer: Uma opção muito bonita e recomendada. Há um lago que nos recepciona em entre a paisagem e a arquitetura inspirada nas vinícolas italianas, e que foi diversão para a Alice ver os patinhos que lá estavam. Almoçamos nela que, além de uma comida deliciosa, nos proporcionou um atendimento totalmente diferenciado. De verdade, a refeição foi um show a parte!

Bodega El Enemigo: Conhecemos a a Casa Vigil da bodega El Inimigo após o Tour Alta Montanha, e claro que Alice estava muito cansada, mas esta Bodega foi super receptiva com ela. Deram uma atenção especial, com atividades para desenhar e colorir, e picolé pra adoçar a noite da pequena. Já a experiência gastronômica para os adultos foi perfeita e fechou nosso dia com chave de ouro!

Alice concentrada na experiência para crianças na Bodega Norton.

Bodega Norton: Mais um local onde Alice foi super bem recebida e que tem um espaço gostoso de gramadão e uma fonte que ela logo foi espiar. Aprendemos bastante com a proposta da experiência enólogo por um dia desta Bodega – inclusive com a versão kids para confecção dos rótulos pelos pequenos. Também comemos por lá e foi bem bacana.

Bodega Susana Balbo: Enquanto Alice brincou no balanço e no escorregador, curtimos o espaço que tem um grande casarão bonito a tranquilidade dos vinhedos. O menu kids desta bodega incluía uma pipoquinha com cheddar de entrada, ojo de bife como opção de carne, ou massa / hambúrguer e sorvete de sobremesa.

Bodega Domaine Bousquet: Esta é primeira bodega orgânica da Argentina, muito diferenciada. Lá tivemos um almoço perfeito com uma vista incrível para os Andes. Está no Vale do Uco.

Voo de balão: Aquela experiência linda e única que já é possível de fazer com pequenos turistas a partir de 6 anos. O voo é muito agradável e de onde vemos as diversas vinícolas e paisagens tranquilas. Alice achou o máximo!

O local possui uma lanchonete para quem quiser beliscar algo antes ou depois do voo, mas no término teve brinde com suco para a pequena, e para nós, espumante. Fizemos o passeio com a Mendoza Balloons.

Um fato curioso sobre o brinde final: ele é sempre feito com espumante e tem uma história do porquê ser esta bebida.

A primeira pessoa que fez um voo de balão na história da humanidade levou uma garrafa de espumante para comemorar. Ao pousar na terra (e no balão o piloto controla só a subida e a descida, a direção quem controla é o vento) as pessoas acharam que ele não era da terra. Para provar que era sim, que ele tinha vindo da terra, ele mostrou a garrafa de espumante como prova, e por isso o brinde desta forma.

Tour Alta Montanha: Para pequenos aventureiros, e quem ama natureza a paisagens incríveis, pode saber que vai valer a pena acordar cedo para fazer o Tour Alta Montanha e chegar aos pés do imenso Aconcágua.

O tour dura o dia todo praticamente, pois o deslocamento até o Aconcágua é um pouco demorado. Porém, foi lindo, eu adorei poder estar perto desse gigante e a Alice nos acompanhou bem e vale se entreter e apreciar as belas paisagens no caminho.

Restaurantes

A gastronomia da cidade é muito boa – e convenhamos que a comida argentina em geral é excelente – e tem várias opções boas inclusive com menu para crianças ou com pratos tranquilamente adaptáveis para quem viaja com elas.

Almoço na Bodega Domaine Bousquet

Todas as vinícolas que almoçamos ou jantamos tinham opções kids, mas nem sempre a Alice comeu essa deste menu por opção da nossa família mesmo, já que em algumas vezes ela compartilhou o que eu ou me esposo pedimos conosco.

Já mencionei as Bodegas que almoçamos com ótimas experiências gastronômicas, mas além delas, alguns Restaurantes centrais que provamos e gostamos são:

Magnólia: No centro da cidade, oferece gastronomia mediterrânea, inclusive com opções vegetarianas, veganas e sem glúten. Bom custo benefício e atendimento.

Cantina La Glória: Um espaço acolhedor que é um mix de cantina, café e claro: vinhos. Moderna em seu ambiente, o cardápio inclui carnes como Ojo de bife, Risoto com Vacío (corte argentino) ao forno, mas também possui frutos do mar, como o arroz con mariscos ao alioli.

Abrasado: Para quem gosta de opções mais sofisticadas é uma ótima experiência com sommelier, carnes e sobremesas. Está localizado dentro da vinícola Los Toneles, uma das poucas que está praticamente dentro da cidade.

Roteiro em Mendoza

Nossa viagem foi de 6 dias, considerando as opções que mencionei na lista de o que fazer em Mendoza com crianças.

Claro que é possível e ideal adaptar para menos ou mais dias de acordo com seus interesses e gostos – e eu posso te ajudar com isso, se interessar faça contato por este link , mas para você ter uma ideia o nosso caso funcionou da seguinte maneira:

Dia 1 – Chegada a tarde. Conhecemos o Centro, Plazas Independência e Itália e Av. Aristides onde jantamos no Restaurante Magnólia.

Dia 2 – Visitamos e almoçamos na Bodega Susana Balbo. No fim de tarde fizemos o passeio de balão. Finalizamos o dia com um jantar na Cantina La Glória.

Dia 3 – Manhã na Bodega Cruzat de Espumantes, seguida de almoço na Bodega Renacer. Aproveitamos o fim de tarde no Parque General San Martin e jantamos no Abrasado.

Dia 4 – Tour Alta Montanha o dia todo. Final do dia com jantar no Casa Vigil da Bodega El Enemigo

Dia 5 – Visita na Bodega Norton (enólogo por um dia) com almoço. Tarde seguimos para o Valle de Uco para a nova estadia e jantamos no próprio hotel (comida excelente).

Dia 6 – Aproveitamos o hotel pela manhã e seguimos para almoço na Domaine Bousquet, a primeira bodega orgânica da Argentina. Seguimos para a visita com degustação na Zuccardi e novamente jantamos no hotel, encerrando nossa viagem, já que saímos pela manhã de volta para casa.

Agora é só planejar a viagem da família! Fato é que o destino é ótimo para todas as idades, e nós aproveitamos muito nossa experiência na cidade, e tenho certeza que vocês podem aproveitar muito também!

COMPARTILHE:
Facebook
LinkedIn

0 comentário sobre “O que fazer em Mendoza com crianças

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Insrcreva-se e fique por dentro de todas as novidades